Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Uma mulher com sorte.

"Não subestimes as capacidades de um Destino irónico..."

Uma mulher com sorte.

"Não subestimes as capacidades de um Destino irónico..."

...

por Inês, em 02.09.17

pareja-yo-y-tc3ba-el-bosque.jpg

 

Amo-te.

Queria dizer-te algo diferente, uma palavra nova, inventada por mim.
Amo-te. Raios me partam que só me lembro desta.
É que Amo-te toda a gente diz, toda a gente fala quando está com alguém.
E eu sou eu. E quando estou a teu lado continuo a ser eu.
(Não sou toda a gente.) Consegues entender?
Então, como é que eu digo que te amo, de uma forma original e única, como nunca ninguém disse?
Uma palavra só minha ou só nossa, que é quase a mesma coisa.
Mas não é a mesma coisa.
Não é, porque eu continuo a ter as minhas coisas e tu as tuas coisas.
Mas Amo-te é uma palavra nossa.
Não é?
Não é. Porque toda a gente a diz, toda a gente a escreve.
Mas será que toda a gente a sente?
As palavras para significarem, para serem verdadeiras, têm de ser sentidas.
Ou há quem fale sem sentir?
Eu Amo-te, e sinto isso. Por isso é que digo.
Mas às vezes também digo para me deixares em paz, quando estou cansada, e sei que isso seria impossível se me deixasses.
Ou se calhar seria. Mas levaria tempo.

Seria possível. Porque eu não me esqueço de quem sou quando estou contigo, nem de quem tu és quando estás comigo.

Talvez seja isso. Talvez seja por isso.

Há Amo-te (s) que são ditos porque sim, porque faz parte, porque é bonito.
E faz parte, e é bonito. mas porque sim é que não.
Não, porque deve sentir-se antes de ser dito.
Porque leva tempo (por vezes muito tempo).

Eu sei quem sou quando estou contigo e tu sabes quem és quando estás comigo.
E eu Amo-te.
Já te tinha dito?
Raios me partam, para além de pouco criativa ainda me estou a repetir.
Mas tu gostas de mim assim. E eu Amo-te.
Consegues entender?
Não sei se todos os Amo-te(s) serão iguais.
Ainda bem, assim a nossa palavra já será diferente.

Amo-te.

E é diferente.

Sabes porquê?
Porque não é o que se diz, é o que se sente.

As palavras para significarem, para serem verdadeiras, têm de ser sentidas.

Consegues entender?

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Favoritos